LUA - Os melhores revendedores do mundo estão aqui
Foto: Vendas pelas redes sociais: tudo que você precisa saber

Vendas pelas redes sociais: tudo que você precisa saber

Muita gente obteve grande sucesso ao ampliar e diversificar sua atuação nas redes sociais. Isso acontece naturalmente, porque, até pouco tempo, não era um meio tão explorado. Hoje em dia, se você diz que ainda não usa as redes para vender, as pessoas estranham.

Afinal, quem ainda não vende pela internet? Se for esse o seu caso ou se percebeu que precisa melhorar seu desempenho, este texto foi escrito para você. Em poucos minutos de leitura, terá acesso a tudo que precisa saber. Vamos começar pela estratégia.

Como definir questões estratégicas?

Estar presente na internet é algo bastante simples, aumentar a abrangência dessa presença também, mas o que faz diferença para vender é como e onde nos posicionamos nas redes. Por isso, vamos começar avaliando algumas questões estratégicas.

O estágio do cliente

Em um primeiro contato com seu produto ou seu perfil na internet, o consumidor, normalmente, ainda não está pronto para a compra. Ele pode estar curioso, ter alguma dúvida, estar procurando informação para outra pessoa, querer saber sobre o seu negócio ou ter vontade de se aproximar.

A estratégia precisa considerar que as pessoas entram em contato em estágios diferentes do processo de compra. Todos precisam encontrar o que procuram e serem conduzidos para a próxima etapa — chamamos essa ação de gestão do funil de vendas.

A rede ideal

Quando falamos em redes sociais, o Facebook logo vem à cabeça, mas ele não é a única opção. Isso não significa que seja necessário estar em todas, o que seria impossível sem uma equipe dedicada a esse objetivo.

É preciso estar onde o seu cliente está — no local em que podem estar procurando pelo seu produto. Cada negócio tem sua rede ideal, por exemplo, produtos com forte apelo visual como roupas e joias tendem a um melhor desempenho no Instagram do que aqueles em que a aparência não tem nenhuma importância.

Além das redes sociais, existem outros canais que devem ser considerados na venda online, como shoppings virtuais e aplicativos de venda. Todos funcionam muito bem, principalmente quando ligados a sua loja virtual.

A autoridade

O conceito de autoridade é muito usado na internet. Produtos e serviços com autoridade são aqueles em que as pessoas confiam. Invista nisso também, cuide de sua marca, da qualidade visual de suas postagens e da forma como os conteúdos são postados.

Como assumir boas práticas das redes sociais?

A forma como você interage nas redes também é muito importante. É preciso ter em mente que tudo o que você posta pode ser compartilhado, criticado e está exposto para indivíduos das mais diversas visões e opiniões.

Apesar de sua mensagem precisar focar no seu público, ela poderá ser lida por qualquer um e, em alguma medida, essas pessoas podem influenciar seu negócio positiva — e negativamente também.

Seja gentil e cuidadoso

Opte pela cordialidade. Da mesma maneira que num contato pessoal, as pessoas respondem positivamente a gentilezas. Mas, diferente do que acontece no contato direto, as interpretações são diferentes.

Quando conversamos com alguém, estamos usando a fala e os gestos e, por isso, é muito mais fácil perceber se estamos brincando, sendo irônicos ou até se estamos com receio de algo. Transmitimos essas impressões com nossas expressões e gestos — a nossa linguagem não-verbal.

Nas redes sociais, isso não acontece e, na maioria das vezes, os internautas não reparam em todos os detalhes. Por isso, é importante manter a objetividade, o cuidado, a gentileza, a atenção e evitar textos que possam dar margem a diferentes interpretações.

Seja multimídia

As redes permitem a utilização de textos, vídeos, áudios, imagens. Por isso, não se limite a publicações de textos. As pessoas adoram ver e compartilhar vídeos, por exemplo. Eles costumam conquistar grande engajamento do público, principalmente quando são divertidos e interessantes.

Mas tenha cuidado com a qualidade e os direitos autorais. Você precisa transmitir uma imagem profissional para que as pessoas te enxerguem assim.

Evite polêmicas

Determinados assuntos são proibidos para quem quer vender pelas redes sociais. Religião, política e qualquer assunto que envolva os temas politicamente corretos devem ser evitados. Mesmo em seu perfil pessoal, é aconselhável adotar a mesma postura.

Interaja com seu público

As pessoas gostam de trocar experiências de uso de produtos, dar opiniões e, inclusive, reclamar quando estão descontentes.

Use isso a seu favor, responda as mensagens rapidamente com informações relevantes para os potencias clientes que interagem com você. Leve em consideração o estágio em que ele se encontra no processo de vendas — funil de vendas.

Crie conteúdo relevante

Na maioria das vezes, as pessoas entram nas redes procurando diversão, então, seja divertido! Não fale apenas do seu produto, inclua outras informações relacionadas a ele — como técnicas de maquiagem se você vende cosméticos.

Além disso, você deve manter um cronograma de postagens. As redes sociais são ambientes dinâmicos e interativos, não adianta criar páginas e grupos super bem elaborados e esperar que funcionem sozinhos.

Como fazer uma página de vendas pelas redes sociais?

Uma página de vendas, como o próprio nome diz, vende o seu produto. Diferente de um site, que traz muita informação institucional e detalhes diversos sobre o seu negócio, ela é uma página única que reúne informações muito objetivas.

Pense no que você diria se estivesse vendendo pessoalmente e adapte ao formato das redes, respeitando uma sequência lógica. Ao final, precisará ter conseguido direcionar seu cliente para a ação de compra.

Além de detalhes sobre o produto e condições de compra, essas páginas costumam ter depoimentos e avaliações, ressaltam as garantias de compra, focam em benefícios e oferecem estímulos, como brindes e bônus. Também fazem uso de técnicas de persuasão em vendas.

Como se posicionar e conquistar clientes?

A primeira e principal medida do marketing é conhecer seus clientes e as redes são ótimas para isso. Pesquisar para ver o que gostam, publicam e compartilham é uma excelente forma de buscar informação para desenvolver seu próprio conteúdo.

Seu posicionamento precisa ser pensado com base nesses dados e ser uma forma de aproximação com seu público, as pessoas precisam saber que você trabalha com venda direta, mas que, ao mesmo tempo, não vai ser inoportuno. Elas seguem quem tem informação, dicas e aborda detalhes interessantes que, preferencialmente, não estão disponíveis com facilidade.

Como criar grupos de vendas no Facebook?

Os grupos reúnem indivíduos com interesses em comum e tratam de assuntos diversos — de culinária a cálculos de engenharia. No Facebook, eles podem ter o formato de grupos de discussão ou de vendas.

Os de vendas possuem espaço para divulgação de seus produtos e serviços, incluindo campos como preço e descrição, mas também possuem espaço para discussão. É uma boa maneira de reunir seus clientes, convidar interessados, transmitir informações e anunciar promoções e lançamentos.

Para concluir nossa conversa sobre vendas pelas redes sociais, a sugestão é que você comece a navegar agora mesmo. Conheça a concorrência, veja como trabalham, interagem e vendem. Observe o máximo de detalhes que puder e se cadastre em alguns grupos com temas relacionados ao seu produto — com certeza vai encontrar clientes por lá.

Aproveite e acompanhe nossas publicações nas redes sociais! Ou você achou que a gente ia ficar fora dessa? Estamos no Facebook, Instagram e YouTube.