LUA - Os melhores revendedores do mundo estão aqui
Foto: Como vender pela internet? Confira este manual definitivo!

Como vender pela internet? Confira este manual definitivo!

No Brasil, há mais de 100 milhões de usuários de internet. Ou seja, metade da população navega entre sites e aplicativos, com interações diversas. Para quem deseja ganhar dinheiro, a notícia também é positiva porque o comércio virtual tem ganhado força. Com isso, saber como vender pela internet é indispensável para aproveitar o cenário.

Um dos pontos atraentes é que o processo pode acontecer de várias maneiras. Além do e-commerce, há as redes sociais e vários outros mecanismos muito vantajosos. Para começar a ganhar dinheiro, basta entender o que precisa ser feito.

Quer acertar e começar quanto antes? Então, veja neste manual tudo que é necessário saber sobre como vender pela internet e aproveite as chances de mercado!

1. Quais as vantagens de vender pela internet?

Optar por vender online é uma escolha muito conveniente para obter diversos benefícios. Como esse tipo de comércio tem se tornado cada vez mais popular, é chegada a hora de aproveitar o que a abordagem tem para oferecer.

Entre os pontos de destaque dessa decisão, estão:

1.1 Elevação do alcance de público

Quando você decide revender produtos apenas fisicamente, tudo depende do seu deslocamento. Será preciso marcar visitas, ir até os clientes e prospectar continuamente novas oportunidades. Como o tempo e os recursos são limitados, há uma restrição de alcance. Afinal, não será possível atingir quem está em outro estado, a horas de distância.

Com a internet, o problema é resolvido. Qualquer pessoa, de qualquer lugar do país poderá encontrar os seus produtos e escolher quais comprar. Isso permite que a sua atuação se torne muito mais ampla e, portanto, gere um volume maior de oportunidades. Um dos resultados é, justamente, a elevação das vendas e do faturamento.

1.2 Aumento da praticidade para os clientes

Ao descobrir como vender pela internet, também notará que há uma mudança positiva na experiência dos consumidores. Quando tudo depende da sua atuação física ou até de uma loja, as compras só podem ser feitas em um determinado horário. Seja depois do trabalho, no final de semana ou quando as visitas são marcadas, há uma limitação de horários.

Já com a venda online, isso não acontece. Os produtos estão disponíveis 24 horas, 7 dias por semana. Dessa maneira, os indivíduos podem comprar no momento em que for mais conveniente e prático, sem as limitações impostas por horários.

1.3 Melhoria no aproveitamento de oportunidades

Sabia que 26% dos compradores deixarão de concluir a etapa se encontrarem qualquer objeção? Pois é, criar obstáculos para a conversão pode terminar a impedindo, o que leva à perda de vendas.

É o que acontece ao não ter os produtos em estoque ou não poder apresentá-los no exato momento em que as pessoas desejam comprar. Ao atuar corretamente em como vender pela internet, todos podem escolher quando e como fazer as aquisições, o que ajuda a aproveitar melhor as oportunidades.

1.4 Diminuição dos custos

Vender de maneira física pode ser muito desafiador para as finanças. No caso da revenda, é preciso se deslocar até os clientes e, nem sempre, há garantias quanto à venda. Ao abrir uma loja, as despesas são ainda maiores. Há o aluguel, a reforma, a manutenção e até a equipe do local.

Eventualmente, vender deixa de ser acessível por causa desses gastos. Na venda pela internet, é possível contornar a situação. Sem a necessidade de haver estrutura ou deslocamento, tudo acontece de um jeito barato — em alguns casos, praticamente sem custo.

Com gastos menores, quem ganha é a lucratividade. A atuação se torna muito interessante e a remuneração ganha um reforço importante.

1.5 Facilidade na mensuração de desempenho

Ao atuar no mundo off-line, é difícil medir a performance além das vendas. Não se poderá saber, exatamente, quantas pessoas quase compraram o produto, mas desistiram na última hora. Também é difícil descobrir quantos potenciais consumidores entraram em uma loja e saíram depois de um motivo específico.

Por outro lado, a atuação online descomplica essas etapas. Um dos maiores benefícios da atuação é que é muito simples mensurar e acompanhar resultados. Pode-se saber de onde vêm os compradores, quem abandona o carrinho, quais são os produtos mais vistos e assim por diante. Com esses dados, fica fácil encontrar oportunidades melhores e tomar decisões que contribuem para o sucesso.

2. 5 técnicas infalíveis de vendas online

Quando a internet é o meio escolhido, os argumentos de vendas não são utilizados da mesma maneira. Como você não estará frente ao indivíduo de interesse, a forma de persuasão tem que ser diferente.

É para cumprir tal papel que servem as técnicas de vendas online. Elas exploram as oportunidades que chegam ao site e ajudam a convertê-las. Quer saber quais são as melhores? Então, veja 5 opções infalíveis!

2.1 Tenha boas fotos dos produtos

Quando alguém decide comprar online, essa pessoa deseja ter o máximo de segurança. Devido ao fato de o objeto da compra não estar perto, podem surgir dúvidas quanto ao processo. Se a sua atuação não agir para contornar esse problema, a venda pode não acontecer.

Para melhorar a avaliação de quem faz a aquisição, não deixe de ter ótimas fotos do produto. Garanta que elas sejam em alta qualidade e apresente mais de uma opção, como em ângulos e cores diferentes. Assim, a oferta ficará atrativa e próxima de ser aproveitada.

2.2 Ofereça mais de uma forma de pagamento

Nem todo mundo gosta de usar o cartão de crédito online, da mesma maneira que muita gente não quer ter que pagar boleto. Para resolver o impasse, uma técnica infalível consiste em oferecer diversas formas de pagamento.

Graças à versatilidade, as pessoas podem selecionar o que faz sentido para o momento da compra. Assim há uma melhoria de percepção, de experiência e das chances de tudo ser concretizado.

2.3 Faça promoções

Quem não deseja pagar barato na hora de comprar? Para atrair seus consumidores, vale a pena realizar promoções, com condições realmente atrativas e que convençam os clientes sobre a etapa.

Para tornar tudo ainda melhor, vale criar as promoções em pequenos espaços de tempo e de produtos selecionados. Isso ajuda a concretizar as compras por impulso, de modo a gerar um aumento esperado no faturamento.

Apenas tome cuidado para que o valor das promoções seja condizente com a qualidade da oferta e com o nível de lucratividade mínimo esperado.

2.4 Demonstre a segurança da etapa

Já que as pessoas desejam realizar compras seguras, isso precisa estar expresso nas vendas online. Para conseguir conquistá-las, aposte em mostrar que todo o processo é confiável.

Deixe claro, por exemplo, que os produtos são originais e de marca reconhecida. Também diga o período de entrega do frete, as garantias envolvidas e assim por diante. Deixe claro que os dados estarão seguros e aproveite os benefícios na forma de conversões.

2.5 Use o marketing digital

Em uma loja física, o marketing vem no formato de letreiros, panfletos e outros anúncios. No caso da venda online, é quase indispensável empregar o marketing digital para atrair um volume maior de pessoas.

O uso de otimização para mecanismos de busca (SEO), por exemplo, deixará seus produtos em evidência. Enquanto isso, a realização de anúncios e links patrocinados contribuirá para atrair um tráfego qualificado. Não deixe de aproveitar os benefícios da alternativa para saber como vender pela internet com maiores volume e qualidade.

3. Conheça os 4 principais canais de venda online

Quando o assunto é conseguir compradores de maneira digital, há diversos canais que podem ser usados. Conhecê-los é o primeiro passo para definir como será a sua atuação e qual é o melhor caminho a ser adotado.

Entre os meios mais utilizados, estão:

3.1 Loja virtual

A loja virtual é o primeiro pensamento quando se fala em vender com o auxílio da internet. Ela é composta por um endereço onde as pessoas podem ver todos os produtos disponíveis, seus preços e condições de pagamento — como em uma grande vitrine.

A partir da escolha dos itens, há a seleção da forma de pagamento e, em muitos casos, do método de entrega. Desse modo, todos podem adquirir conforme a necessidade e só precisarão esperar alguns dias para receber os pedidos.

É, certamente, o método mais difundido para vendas pela internet e tem se consolidado nos últimos anos. Com uma boa decisão na criação da loja, é possível obter ótimos resultados.

3.2 Redes sociais

As redes sociais são um fenômeno no Brasil e no mundo. Milhões de pessoas verificam, todos os dias, os seus perfis em redes sociais. Diante disso, surgiu uma incrível oportunidade para consolidar o convencimento. Afinal, todos querem interagir com amigos e conhecidos, bem como com marcas e produtos.

A decisão de realizar vendas pelas redes sociais visa a aproveitar exatamente o comportamento de alto engajamento. Dessa maneira, as pessoas nem sequer precisam sair desse ambiente para fazer compras.

3.3 Marketplace

O marketplace é uma espécie de shopping virtual. Em um só local, diversas lojas se reúnem e apresentam produtos diversos. A diferença é que todas estão sob o mesmo nome de uma grande varejista.

O grande benefício de tal possibilidade é que lojas pequenas ganham competitividade e a confiança do consumidor, já que estão sob o nome de uma marca reconhecida. Por outro lado, é preciso tomar cuidado com a logística, já que o volume de pedidos pode ser muito maior do que o suportado por sua estrutura.

3.4 E-mail marketing

Um método que ainda funciona bastante é a venda pelo e-mail marketing. Na realidade, essa é mais uma ferramenta de apoio que uma maneira de como vender pela internet. Ela é baseada na criação de uma lista de contatos qualificados e interessados em receber determinadas ofertas.

É o caso de quem segue uma vida saudável e deseja receber a divulgação de produtos fitness, por exemplo. A cada campanha, são enviados e-mails sobre o tema, com ofertas relacionadas.

Em geral, é preciso haver uma loja virtual ou uma atuação em redes sociais para que as pessoas possam realizar os pedidos. Como o contato é direto, a conversão é interessante. Contudo, tome cuidado com a prospecção, de modo a criar oportunidades.

4. Como vender pelas redes sociais?

Já que as redes sociais são tão importantes no universo virtual, aproveitá-las significa ter a chance de conquistar novas vendas. Contudo, é fundamental saber como usar os recursos para consolidar o faturamento.

Nesse sentido, note que cada rede social tem necessidades específicas. Portanto, reconheça cada canal para entender como aproveitá-lo ao máximo. As ações que devem ser executadas incluem:

4.1 Vendas pelo Facebook

Como o Facebook é a maior rede social do mundo, faz sentido usar essa rede para melhorar os números. Para tanto, comece com a criação de uma página. Não confunda com um perfil tradicional, já que a escolha incorreta prejudicará as vendas.

Em seguida, pense em criar anúncios. Conheça as políticas do Facebook, use fotos atrativas e pequenos textos persuasivos. É importante pensar na atratividade, ao mesmo tempo em que as regras são respeitadas. Para melhorar, segmente de acordo com o tipo de cliente que você deseja atingir.

Também é interessante fazer links patrocinados. As publicações pagas são mostradas para um público maior e podem gerar ótimos efeitos. Contudo, é fundamental ter uma boa estratégia.

Além de tudo, não use o perfil apenas para vender. As pessoas querem se relacionar e interagir, então é válido criar publicações de divulgação e que também sejam voltadas para o ganho de autoridade. Responda comentários, tire dúvidas nas mensagens e estimule o engajamento para aumentar o alcance.

4.2 Vendas pelo Instagram

O Instagram tem se tornado um dos novos queridinhos de quem vende online. Com 500 milhões de usuários ativos por dia, não faltam ótimas oportunidades de vendas. Porém, mais que criar anúncios e publicações patrocinadas, é preciso investir em conquistar o público.

Para tanto, explore os formatos de publicações. Fotos e vídeos são muito bem-vindos, assim como as publicações no Stories. Além de tudo, não deixe de usar hashtags para atrair novas pessoas que exploram o feed.

Essa atuação ajuda a construir um público e, a partir daí, é possível fazer ofertas que sejam condizentes, como acessórios, eletrônicos, itens de cozinha, roupas e outros elementos.

Aproveite, ainda, para redirecionar o tráfego para a loja virtual, se for o caso. No Stories, por exemplo, é possível incluir links a cada publicação e levar as pessoas diretamente para a página do produto.

4.3 Vendas pelo Youtube

O Youtube é a maior plataforma de vídeos do mundo e traz excelentes oportunidades devido ao interesse crescente nesse tipo de conteúdo. Se as fotos são elementos de convencimento para quem deseja comprar, os vídeos são ainda mais interessantes graças às suas características.

Por isso, vale a pena criar produções que apresentem os produtos, como tutoriais de uso e demonstrações. O unboxing, que consiste em gravar a retirada da caixa, também funciona bem.

Não deixe de pensar em produzir conteúdo útil, de modo a esclarecer as principais dúvidas. Nos chamados “cards” dos vídeos, é possível incluir links para a loja virtual e consolidar as vendas desejadas.

5. Os 4 motivos para criar lojas virtuais

As lojas virtuais são as formas mais famosas de como vender pela internet porque são extremamente benéficas. Ao adotar essa possibilidade, é possível conquistar todos os benefícios de atuar online, além de outros pontos que merecem destaque.

Caso ainda esteja na dúvida, é o momento de entender por que criar lojas virtuais é uma excelente escolha. A seguir, veja 4 motivos para escolher essa possibilidade:

5.1 É um ambiente próprio

Ao vender nas redes sociais, será possível aproveitar a presença do consumidor e o seu engajamento. Contudo, todo o seu negócio estará limitado a esse ambiente e qualquer modificação gerará um impacto intenso — e, nem sempre, positivo — em sua atuação.

Já ter uma loja virtual é como ter um espaço próprio na internet. Você poderá definir quais produtos exibir, o preço a cobrar, a forma dos anúncios e as demais estratégias. Além de oferecer maior liberdade, é um jeito de obter segurança e de evitar que alterações de terceiros modifiquem seus resultados.

5.2 Oferece total profissionalismo

Seja para vender itens próprios ou para ser revendedor, ao atuar online é preciso transparecer a imagem correta. As pessoas esperam uma abordagem adequada, satisfatória e segura, acima de tudo.

Quando a venda acontece por meio de uma loja virtual, esse é exatamente o efeito. Ela transparece estrutura, profissionalismo e segurança. Você conseguirá que seus visitantes confiem o suficiente para comprar. E isso tudo sem que seja preciso empregar muito mais esforços.

5.3 Facilidade de gestão

Cuidar de uma loja física ou de uma revenda não é tarefa pequena. Entre anotar pedidos, marcar horários, planejar recebimentos e outras atividades há uma grande perda de tempo e de oportunidades. Com uma gestão complicada, é difícil encontrar pontos de melhora ou chances para aproveitar.

Já com a loja virtual, é mais simples. O uso da tecnologia é de grande ajuda e você poderá controlar melhor tudo o que acontece. Com a geração de relatórios de visitas, sistemas de faturamento e planilhas, será menos complexo identificar os efeitos e encontrar novas possibilidades para a própria atuação.

5.4 Aumento da competitividade

Em relação a quem vende somente pelas redes sociais ou de maneira estritamente física, por exemplo, ter uma loja virtual significa sair à frente dos concorrentes. Graças aos benefícios desse meio de vendas, é possível atingir um número maior de pessoas e convencê-las com facilidade.

Isso ajuda a garantir bons resultados de faturamento, lucratividade e eficiência. Eventualmente, isso leva ao crescimento consistente e sustentável do negócio, além de diferenciá-lo dos outros. Com um nível ampliado de competitividade, há como chamar a atenção dos clientes e conquistá-los de vez!

6. Por que considerar as plataformas de venda online?

Já que criar uma loja virtual é tão importante, nada melhor do que tê-la no lugar certo. Ao fazer uma boa escolha, é possível aproveitar o máximo potencial das conversões no ambiente virtual.

Nesse cenário, uma das possibilidades é a plataforma de venda online. Ao adotar essa abordagem, alguns dos principais benefícios incluem:

6.1 Investimento nulo ou muito baixo

Ao decidir abrir uma loja virtual, você vai se deparar com a necessidade de fazer investimentos. É preciso adquirir o domínio, contratar uma ferramenta de gerenciamento e, em muitos casos, até montar um estoque. Tudo isso exige dinheiro e, muitas vezes, um planejamento muito intenso.

Já com uma plataforma, tudo está pronto. Basta se cadastrar, criar a sua loja, escolher quais produtos vender e aproveitar as conversões. Isso diminui a necessidade de investir e torna a opção muito acessível e interessante.

6.2 Estrutura completa e descomplicada

Outro grande benefício de uma plataforma do tipo é que, normalmente, ela é bastante robusta. Isso significa que ela conta com todos os principais elementos para que as vendas sejam concretizadas com sucesso e livres de quaisquer complicações.

É o caso de contar com uma estrutura de segurança e proteção de dados para o cartão de crédito, bem como com um registro de pedidos e de envios. Isso é um importante contraponto em relação às lojas virtuais, que exigem a aquisição de soluções para a segurança e para a praticidade.

Desse modo, ter o seu lugar para vender online fica fácil em uma plataforma específica, o que aumenta as chances de sucesso.

6.3 Níveis interessantes de lucratividade

Ter lucro ao fazer ofertas no ambiente virtual é o interesse básico, certo? Porém, quando há muitos custos e complicações envolvidas, é a margem de lucro que mais sofre. Já que é muito em conta, a escolha de um serviço específico evita que os custos consumam a lucratividade.

Além disso, é possível optar por uma plataforma de revenda. Nela, você escolhe o que será vendido, principalmente entre marcas reconhecidas. O grande diferencial é que a margem de lucro é muito atraente e, com isso, a remuneração da atuação é garantida.

Isso leva a uma ótima remuneração da atividade, de modo que a renda extra pode até se transformar na principal.

6.4 Facilidade no gerenciamento financeiro

O funcionamento de uma plataforma como essa prevê que o cliente sempre pague antes de adquirir o produto. Tanto por cartão de crédito quanto por boleto, há a garantia sobre o recebimento do dinheiro, o que evita a inadimplência.

A grande vantagem é que o seu controle financeiro ficará em dia e longe de dificuldades ou problemas. Montar um fluxo de caixa, por exemplo, torna-se descomplicado e não será preciso se preocupar em cobrar os clientes. Como fica mais simples, a atuação também fica muito satisfatória!

Ao descobrir como vender pela internet, você terá novas oportunidades incríveis. Além de fazer renda extra, será possível obter independência e resultados diferenciados!

Como o método faz toda a diferença, leia nosso guia prático e aprenda a abrir uma loja virtual perfeita!